Palestina, bloody, Palestina

Considero definitiva a análise de Rami G. Khouri sobre os conflitos na Palestina:

” O problema central, no curto prazo, tem sido o desejo israelense de tomar decisões unilaterias que afirmem seu controle da situação, sem dialogar com o poder crescente do Hamas e dos islâmicos e nacinalistas palestinos aliados a ele.
Israel ocupou Gaza em 1967, colonizou-a unilateralmente, brutalizou-a unilateralmente, depauperou-a unilateralmente, retirou-se dela unilateralmente, cercou-a unilateralmente e agora atacou e declarou cessar-fogo unilateralmente. Cada ação dessas de Israel falhou em alcançar suas metas – o mesmo deve ocorrer agora.” (Folha de S. Paulo, 19/01/2008 “Unilateralismo é o prenúncio de novo embate”

Escolheu, unilateralmente, Abbas como interlocutor…

Sei que há uma história que justifica isto. Foi assim que Israel sobreviveu e assim que aprendeu a lidar com seus inimigos árabes que queriam destruí-lo. Mas a Palestina é um caso diferente… é uma luta de libertação… com todos os “problemas” e “particularidades” que lutas desse tipo trazem.

Como enfrentar isso com uma guerra em que os civis não podem fugir. Uma guerra sem refugiados. Encurralados como gado…

Sei que é estranho meter Jesus neste território, mas vale pela música do U2 sobre a ação da Inglaterra no enfrentamento com o IRA, na Irlanda, que era considerado um grupo terrorista:

Sunday, Bloody Sunday
U2

Composição: U2

I can’t believe the news today
I can’t close my eyes and make it go away.
How long, how long must we sing this song?
How long, how long?
‘Cos tonight
We can be as one, tonight.

Broken bottles under children’s feet
Bodies strewn across the dead-end street.
But I won’t heed the battle call
It puts my back up, puts my back up against the wall.
(…)
And the battle’s just begun
There’s many lost, but tell me who has won?
The trenches dug within our hearts
And mothers, children, brothers, sisters
Torn apart.

Sunday, bloody Sunday.
Sunday, bloody Sunday.

How long, how long must we sing this song?
How long, how long?
‘Cause tonight
We can be as one, tonight.
Sunday, bloody Sunday.
Sunday, bloody Sunday.

Wipe the tears from your eyes
Wipe your tears away.
I’ll wipe your tears away.
I’ll wipe your tears away.
I’ll wipe your bloodshot eyes.
Sunday, bloody Sunday.
Sunday, bloody Sunday.

And it’s true we are immune
When fact is fiction and TV reality.
And today the millions cry
We eat and drink while tomorrow they die.

The real battle just begun
To claim the victory Jesus won
On…

Sunday, bloody Sunday
Sunday, bloody Sunday.

Sobre o Domingo Sangrento (1972)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s